• Helia W.Rodriguez

A coisa certa do modo errado


Você ja observou como as nossas fotos no facebook são bonitas? Elas retratam a versão aprovada de nós mesmos.E o mesmo que ocorre na vida natural ocorre na vida cristã, tentamos mostrar uma boa performance em nossas doações, orações e jejum.

Em Mateus 6, vemos Jesus ensinando no topo de uma montanha, um lugar elevado, como se metaforicamente, Jesus nos convidasse a sair do nosso dia a dia e subirmos para um nível alto e aprendermos as instruções de Deus em como vivermos em seu reino.

Nesse sermão,Ele nos convida a sentar aos seus pés e aprendermos dEle a fazer as coisas corretas, do modo correto.

"Tenham o cuidado de não praticar suas ‘obras de justiça’ diante dos outros para serem vistos por eles. Se fizerem isso, vocês não terão nenhuma recompensa do Pai celestial".(Mateus 6:1)

Jesus começa ensinando, de forma muito direta, como nós cristãos, devemos ter cuidado na maneira como expomos a nossa vida para os outros.Se buscarmos a aprovação das pessoas, não receberemos a recompensa dEle, ou seja, Ele não conta, não considera aquilo que fazemos para sermos vistos.

A afirmação “quando você der ao pobre”, sugere que é esperado que como cristãos, nós ajudemos aos pobres.Mas quando eu ajudar , nem a minha mão esquerda deve saber o que faz a direita, ou seja, nem eu mesma devo ficar sabendo.

Jesus nos convida a examinar as nossas motivações.Ele nos instrui a quando dermos, o façamos em segredo, a minha única audiência deve ser Ele, ainda que tenhamos uma platéia esperando para nos aplaudir, não caiamos na tentação de pretensa obediência à Deus.Jesus aqui está condenando a ostentação.

"E, quando vocês orarem, não sejam como os hipócritas"...(Mt 6:5a). Ele nos ensina a como nos relacionar e entrar em comunhão com Deus.Ele espera que oremos com a intenção correta e não olharmos para quem esta nos assistindo.Uma oracao bonita para impressionar quem está escutando, não passa do teto.E Deus tambem não quer ouvir repeticões, (blablabla).Ele quer ouvir apenas a verdade de nosso coração.

O que vale numa oração não é a sua extensão, mas o seu pêso, um coracão íntegro com a motivação correta.Os fariseus pensavam que por muito falar seriam ouvidos (lembra dos profetas de Baal que oraram a noite inteira?).

Jesus condena a hipocrisia e a falsidade.Para clarificar, vou dar um exemplo pessoal: se em público eu esmero elogios sobre o meu marido e em casa, no particular, não me comunico de forma apreciativa com ele, isso seria uma absoluta fraude e orgulho , mascarar uma apreciação apenas em frente aos amigos.Por isso, Ele nos orienta a entrarmos no quarto ,lugar secreto, escondido, e em segredo ,orarmos ao Pai.

Jesus ainda ensina que devemos orar para que a vontade de Deus seja feita e não a nossa.Ele deseja escutar os nossos corações, nossas ansiedades, mas devemos sempre buscar a sua vontade suprema para as nossas vidas.

Ele ainda nos instrui que antes de pedirmos perdão precisamos certificar de que já perdoamos aos nossos devedores.É hipocrisia ir pedir perdão a Deus antes de perdoarmos aos outros.

“Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas"...(Mt 6:16a). Os mesmos princípios se aplicam para o jejum, nao sejamos hipócritas mostrando aos outros que somos espirituais, pois Deus não se agrada de máscaras.

Se as nossas doações, orações e jejum se tornarem intensionalmente públicos, ou seja, são uma performance para sermos aplaudidos, esse é o nosso galardão:o aplauso das pessoas e Deus nao irá nos recompensar.Mas, se praticamos do modo correto,Ele recompensará a nossa ajuda ao necessitado, às nossas orações e jejum.

Oro para que esse café com Deus nos inspire a subir a montanha do auto-exame.Obrigada.Hélia

65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo