• Helia W.Rodriguez

Você tem dificuldade em perdoar?


Tomei conhecimento de uma senhora que estava a mais de 10 anos sem participar da santa ceia porque não conseguia perdoar o seu ex marido que no passado a agredia fisicamente e abusava sexualmente de sua filha.Creio que somente por um ato da graça de Deus, essa mulher pôde perdoar esse ex marido.Em níveis bem diferentes, todos nós já nos encontramos em situações onde somos tentados a nos tornar prisioneiros de outra pessoa, seja pelo ódio, pela dor, pelo desejo de vingança.

Na oração do Pai Nosso Jesus nos ensina que o perdão de nossos pecados é diretamente proporcional ao ato de perdoarmos às outras pessoas: "perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores" (Mt 6:12).Geralmente não gostamos de orar o pai nosso, ou se oramos, essa frase passa raspando em nossa garganta, outras vezes, hipocritamente, pedimos perdão de nossos pecados à Deus como se tudo estivesse bem entre nós e os nossos ofensores.Em Mateus 6:14 e 15, Jesus explica que se nós não perdoarmos aos outros, o nosso Pai não perdoará as nossas transgressões, ou ofensas.Assim, perdoar os que nos ofendem, não é uma opção, mas uma condição.

Em Ef.4:32 o Apóstolo Paulo nos instrui a perdoarmos uns aos outros como Cristo nos perdoou, ou seja,quando eu perdoo eu estou anunciando que eu já recebi o perdão de Cristo em minha vida e perdoar o meu próximo é uma consequência natural dessa graça que recebi.Porém, se eu não perdoo, certamente eu não confio que Ele é suficiente para me perdoar e essa falta de confiança nEle, terá como resultado passarmos a eternidade na tormenta e no fogo e nunca entraremos no céu, pois este, é um lugar apenas para pessoas perdoadas.

Na oração do Pai nosso, Jesus está ensinando os cristãos a orar.Essa oração deve ser feita apenas por aqueles que já são salvos, pois estes podem dizer: Pai nosso.Aqui, Ele não está dizendo que se não perdoarmos aos outros iremos perder a nossa salvação, mas Ele está dizendo que , se nós perpetuamente recusarmos a perdoar as pessoas, nós não temos base para certificar a nossa salvação.Uma vez que nascemos de novo e nos tornamos filhos de Deus, necessitamos perdoar diariamente pois somente assim podemos manter a nossa comunhão com Ele.

Não perdoar os que nos ofendem afeta diretamente a nossa relação com Deus.Essa parte da oração: Perdoa as nossas dívidas como temos perdoado aos nossos devedores é para todos os crentes, incluindo pastores, missionários e líderes da Igreja.Nós facilmente detectamos quando alguém está em falta conosco, estamos sempre conscientes do mal que as pessoas nos fizeram.Mas, deveríamos, com a mesma rapidez, detectarmos o quanto estamos em falta com Deus e o quanto o temos ofendido com os nossos pecados.

Creio que boa parte de nós cristãos carregamos uma falsa idéia de santidade e moralidade, de modo que nos sentimos pessoas muito corretas e muito boas.Eu procuro desacreditar de mim mesma nesse ítem, pois sinceramente, às vezes conversando com pessoas não cristãs, percebo que humanamente falando, elas possuem um coração melhor que o meu.Nós não somos melhores do que aqueles que denominamos "mundanos".A absoluta diferença entre eles e nós, é que nós já fomos alcançados pela graça de Deus.Sem o sangue do cordeiro sobre nós, somos todos imundos perante Ele.

Assim, como posso não perdoar o próximo? Primeiramente, Cristo tem me perdoado, sem me questionar ou acusar.Ele tem nos amado e nos envolvido com a sua maravilhosa graça, e é claro que o temos ofendido imensamente mais do que alguém pode ter nos ofendido.Segundamente, nós não somos melhores que ninguém, se formos honestos, admitiremos que de fato nós também temos ofendido outras pessoas e precisamos do perdão delas também.Assim, eu te pergunto: Eu posso deixar de perdoar alguém?

Mas afinal, o que é perdoar alguém? Como sei se já liberei perdão para alguém, ou não? Thomas Watson - Body of Divinity, define muito bem o perdão bíblico.Resta-nos avaliar o nosso coração. Uma pessoa que liberou o perdão, se comporta assim em relação aos seus inimigos:

1-Resisti ao pensamento de revanche ou vingança (Rm.12:19)

2-Não retribui o mal com o mal (1 Tess.5:15).

3-Deseja o bem (Lucas 6:28).

4-Não se alegra com o mal (Prov.24:17).

5-Ora por eles (Mt 5:44).

6-Busca a reconciliação (Rm.12:18).

7-Deseja ajudá-la (Ex.23:4).

O perdão não é a ausência de raiva, dor ou tristeza.Também não é se sentir bem sobre o mal que nos aconteceu.Mas o perdão é um ato de obediência, que requer de nós humildade e o fazemos, não por nós mesmos, mas por fé, através da graça de Cristo em nós.

Oro para que nesse café com Deus, o seu espírito nos convença de uma vez por todas, de que se não perdoarmos uns aos outros, não veremos a face de Deus.Obrigada.Helia

Fontes de pesquisas: www.reviveourhearts.com e www.desiringgod.org

88 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo