• Helia W.Rodriguez

5 Práticas para alcançarmos refrigério no sofrimento


"Como cristão, se você está sempre sofrendo provas, algo está errado .E se você nunca atravessa uma prova, algo também está errado com você".(Dr.Ed Young).Quando nos tornamos sal e luz, e começamos a vencer a batalha do pecado contra satanás, as provas virão para nos refinar e para, no meio delas, aumentarmos a nossa intimidade com Cristo nos tornando mais parecidos com Ele.As pessoas que atravessaram a dor conseguem ver mais beleza, poder e glória em Cristo.

Há sofrimentos que são inimagináveis para nós .Jó, por exemplo, enterrou os seus 10 filhos , perdeu toda sua riqueza, se tornou leproso e teve sua esposa e melhores amigos questionando a sua integridade. Em 2015 vimos nas notícias o vídeo que chocou o mundo, 21 egípcios tendo as suas cabeças degoladas por serem cristãos.Mas nada a se comparar com o sofrimento que Jesus passou, que o fêz dono do título: homem experimentado em dores.

Não existe uma receita, ou um método para atravessarmos o sofrimento, pois Deus trabalha em cada um de forma única e particular, mas a bíblia nos ensina a nos posicionar dependendo da graça de Deus, para nos sentirmos seguros e confiantes enquanto a tempestade passa.Seguem 5 práticas que nos ajudarão a posicionar o sofrimento na perspectiva correta e aliviadora:

1. Mantenha em mente que é normal sofrermos.Foi o próprio Jesus quem afirmou:No mundo tereis aflições.E o apóstolo Pedro diz que não deveríamos ficar surpresos ou assustados quando o fogo da provação chegar.Toda a escritura nos promete que iremos passar por vales profundos, também nos promete que Deus estará conosco em cada um deles.A pergunta não é, porquê eu? Porquê comigo? A pergunta correta é, porquê não, eu? porquê não, comigo? É biblicamente permitido que crentes tenham dias maus, passe por provas, atravesse crises.Deus não admite super crentes nem super heróis em seu reino, somente contritos e humildes de coração. Admitir que não estamos bem e precisamos de ajuda, dos céus ou de pessoas, deve ser uma normalidade na vida cristã.O príncipe dos pregadores, Charles Spurgeon , sofreu por anos, com uma depressão feroz que o devastava.Mesmo Jesus sendo Deus, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu.(Hebreus 5:8).

2. Troque o porquê para o para quê ? Existe uma falsa teologia que prega que o cristão obrigatoriamente tem que estar sempre feliz, , cheio de fé e alegria.Esse ensino contradiz as palavras de Jesus em João 16:33b " Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". Essa mesma falsa teologia define as provas como "Deus pesando a mão" sobre pecados ou é "obra de satanás".As 2 alternativas podem estar incorretas".É fato, Deus corrige aos que ama, mas nem tudo que nos ocorre é disciplina de Deus.E lembremos que, para Satanás tocar na vida de Jó, Ele teve que pedir permissão à Deus.

Essa crença leva a pessoa a questionar: Porquê isso está acontecendo comigo? Um dia teremos essa resposta, mas no momento da tempestade, a pergunta correta, é: Para quê isso está acontecendo? É importante compreendermos o que e quem Deus está tentando transformar com todo esse sofrimento.Como Deus poderá ser glorificado no meio de tudo isso? As perguntas corretas trarão respostas corretas.

3. Coloque o seu foco em Cristo e não no sofrimento.Quando pensamos em demasia sobre alguma coisa, a tendência é essa coisa ficar ainda maior dentro de nós.Isso nos levará a autopiedade e a autocomiseração, o que é pecado. Também nos leva ao risco de nos comportar como bebês chorões, gritando por atenção.Isso não muda as coisas.O que nos muda é nos concentrarmos na pessoa de Cristo.Agradecê-lo por sua graça infinita sobre nós, pelo cuidado incessante, por esse amor imensurável que nos conduz ao crescimento e amadurecimento através das provas.Elementos nobres como prata e outro são provados pelo fogo (1Pedro 1:7) .Assim , tenhamos apenas um foco, Cristo.Adore-o, agradeça-o, leia a palavra , e acima de tudo, nos submetamos ao que Ele está fazendo.

4. Se possível, não pare a sua vida por causa do sofrimento: Enquanto escrevo esse texto, um amigo que foi dispensado do hospital por não ter mais cura para uma doença terminal, está regressando direto para o seu trabalho para dar continuidade às suas pesquisas como cientista.E Deus fará o resto.Admiro atitudes como essa.Precisamos fazer a nossa parte, nos erguer e seguir a nossa vida o mais normal possível, mesmo que isso nos custe um preço muito alto.O sofrimento não vem com um calendário marcando o seu último dia.Assim, se for possível, talvez seja mais sábio não ficarmos à mercê de nossas dores.Não estamos tratando de nada fácil, mas paralizar toda nossa existência esperando o sofrimento passar, pode ser uma grande perda de tempo.A duração de uma tempestade, não será alterada porque passamos o dia lamentando, pelo contrário, isso pode piorar as coisas.Como Zig Ziglar disse: "A sua atitude define a sua altitude".Esse sofrimento também irá passar, mas só Deus sabe o dia e a hora.Os melhores livros, as músicas mais lindas , os projetos mais nobres nasceram em meio à tribulação e a dor.

5. Submetamos à Deus.A pior coisa que podemos fazer em meio ao sofrimento é questionarmos o amor de Deus, ou se Ele nos abandonou.Isso, é afrontá-lo.O fato é que Ele nos ama tanto a ponto de não fazer nada em certos momentos, do contrário, nunca cresceremos, e um adulto com problema de nanismo, é triste.Ao invés de reclamarmos, apenas mantenhamos em mente:Ele me ama, Ele me ama, Ele me ama a ponto de morrer em meu lugar. Ele está no trono, Ele é Deus, Ele sabe o que está acontecendo. Ele está no controle.Render-se e confiar é muito difícil, mas é a opção mais inteligente (Hebreus 5:7).

Os momentos de sofrimento nos convidam a prostrarmos na presença de Deus, chorar e abrir o nosso coração apresentando-o nossos medos e ansiedades.Ele ama um coração contrito e humilhado e prometeu enxugar as lágrimas ,confortar os corações, e nos revestir de forças para irmos adiante.Aliás, muitos dos nossos sofrimentos, tempestades e crises se resolvem aí.Creio que o que Deus tem em mente quando nos permite as provas é aumentar a nossa intimidade com Cristo.E quando o estar na presença dele se tornar tão forte tomando proporções maiores que a tempestade que nos assola, então, a tempestade e a prova, já não mais importarão, pois faremos nossas as palavras do apóstolo Paulo: "Para mim, o viver é Cristo"!

Obrigada por sua companhia nesse café com Deus de hoje.

Se você gostou dessa leitura, assine a newsletter abaixo para que eu possa entrar em contato com você.E se esse texto pode abençoar alguém que você conhece, compartilha em seu facebook.Muito obrigada.Helia

148 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo