• Helia W.Rodriguez

Por que Deus nos disciplina?


O famoso ex-coach do Dallas Cowboy, Tom Landry, uma vez disse: "O trabalho de um coach é fazer um homem fazer o que ele não quer fazer para que ele se torne o que ele sempre desejou ser". Essa é uma realidade não somente no mundo do futebol americano, mas em todos os esportes e em todas as arenas da vida onde alguém deseja alcançar a excelência.As pessoas pagam valores altíssimos para ver a performance do jogador Messi, Cristiano Ronaldo, Neymar Jr., Serena William, Tom Brady e outros.Um ticket para apreciar um quadro de Leonardo DiVinci or Vincent van Gogh custa muito dinheiro, mas, quem não deseja apreciar a elegância refinada do trabalho de um artista como esses?

As pessoas que são admiradas na sociedade e se destacam na multidão, possuem uma coisa em comum: elas aceitaram a correção.Repetidamente elas deram as boas-vindas à disciplina.Na vida com Deus não é diferente.

Nenhuma criança gosta da disciplina.Elas detestam ser disciplinadas pois afinal a disciplina não é nada doce, não é atraente e tem um preço a ser pago.Mas uma criança sem disciplina traz tristeza e vergonha aos seus pais. Até mesmo uma árvore, se a deixarmos crescer por ela mesma, veremos que os seus troncos e galhos crescerão tortos e sem forma definida, mas quando, à medida que a árvore cresce, vamos corrigindo a direção dos galhos, amarrando aqui, podando ali, ela se tornará uma árvore lindíssima, com uma sombra e beleza atraente.Do mesmo modo, a disciplina vinda de Deus, é um presente extraordinário para nos fazer frutíferos e o seu trabalho em nos polir e burilar nos habilita a vivermos para a sua glória.

Hebreus 12: 4-8 diz: "Na luta contra o pecado, vocês ainda não resistiram até o ponto de derramar o próprio sangue.Vocês se esqueceram da palavra de ânimo que ele lhes dirige como a filhos.Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor, nem se magoe com a sua repreensão,pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho.Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; Deus os trata como filhos. Pois, qual o filho que não é disciplinado por seu pai?Se vocês não são disciplinados, e a disciplina é para todos os filhos, então vocês não são filhos legítimos, mas sim ilegítimos". V. 10b e11: "Deus nos disciplina para o nosso bem, para que participemos da sua santidade.Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados".

Deus nos disciplina porque Ele tem um propósito específico para cada um dos seus filhos.E o propósito é que tornemos parecidos com o seu filho. Romanos 8:29: "Porque os que dantes conheceu, também os predestinou para serem conforme a imagem do seu filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos".Ele deseja mudar a nossa maneira de pensar e sentir, nosso caráter, nosso comportamento, nossos motivos.Ele deseja nos levar ao amadurecimento espiritual.Ele deseja que pareçamos com o nosso irmão mais velho: Jesus.

Quando Davi cometeu adultério com Bate-Seba e matou Urias, Deus enviou o profeta Natã para repreendê-lo . Deus permitiu Davi vivenciar as consequências de seu pecado permitindo que o seu filho nascesse morto (2 Samuel 12:13-14). Por causa do seu amor imensurável por Davi, Deus o disciplinou trazendo-o de volta ao arrependimento e à adoração, como vemos no Salmo 51.

A disciplina de Deus é um sinal de que Ele nos ama tanto à ponto de não permitir que continuemos no mesmo patamar espiritual. Ela também legitima a sua paternidade para conosco. Muitos cristãos quando disciplinados, pensam que Deus está castigando algum pecado. Se já nascemos de novo, não há castigo e nem retaliação pelos nossos pecados, pois na cruz, de uma vez por todas, Jesus carregou sobre si o castigo pelos nossos pecados. Ele nos ama tanto que Ele tirou de nossos ombros a nossa culpabilidade, nosso castigo, nossas transgressões e colocou sobre os ombros do seu filho (Isaías 53:4-5).Assim, quando Deus nos corrige, e a correção geralmente dói, Ele não está nos punindo, mas Ele está nos trazendo de volta ao seu coração, ao seu amor, à sua santidade, à sua perfeição.

Nós geralmente rejeitamos a disciplina.Mas Deus nos convida a permitirmos o treinamento Dele em nós.Ele nos ama e a sua disciplina nunca irá nos destruir.Ele disse ao Apóstolo e à nós: "a minha graça te basta" (2 Coríntios 12:9). É na disciplina que experimentamos níveis mais profundos da graça e do amor de Deus.

Deus tem um plano de treinamento personalizado para cada um de nós. Você irá aceitar? Não podemos declinar em aceitar a maturidade espiritual e níveis mais profundos de intimidade com Deus por causa da dor temporária que a disciplina pode nos causar.

Existe um mistério na dor da disciplina.Em Hebreus 12:11 lemos que "nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento".Ou seja, depois de passarmos por ela, encontraremos uma grande, profunda, permanente e divina alegria em nossas vidas.Queremos ser parecidos Cristo? Nos deixemos ser disciplinados por Deus. Queremos experimentar mais do seu amor? Permitamos a sua disciplina, pois não há maior excêlencia, maior nobreza que parecer com o Senhor Jesus Cristo.

Comente abaixo e compartilhe com os seus amigos.Obrigada.Helia

247 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo